Voltar

 

História  da  Energia Elétrica   -  RS

 


 

Energia Elétrica no Interior do Estado

  

04/Abr/1889

 Lei  Provincial  no.  1785  na qual o Presidente da Província -  Joaquim Galdino Pimentel -  faz a concessão   a Aimable Jouvin, diretor da empresa  Fiat Lux, de  Porto Alegre,  a fazer a exploração dos serviços de eletricidade nos municípios do interior do estado.   

Nota:  Essa concessão foi prorrogada pelo governo republicano pelo ato no. 159, de 05/Mar/1891. (4a.)

1891

Em Pelotas são  iniciadas  as obras de uma usina elétrica pela empresa Fiat Lux, mas essa obra é paralisada em 1894 por falta de recursos. (4a.)

Nota: Certamente se tratava de uma usina térmica.

14/Jul/1891

Promulgada a constituição estadual que permite aos dirigentes municipais  contratarem serviços de eletricidade de outras empresas.  (4a.)

15/Nov/1898

Em Santa Maria é  inaugurada  a 1a. usina elétrica do interior do Estado.   

Notas: 1)  Certamente se tratava de uma usina térmica. 2)  Maiores detalhes sobre o fornecimento de energia elétrica em Santa Maria podem ser encontrados na ref. (4a.).

04/Jun/1899 

Em Bagé é oficialmente   inaugurada  uma  usina termoelétrica (ou termelétrica) destinada a atender  a iluminação pública de algumas ruas e prédios da  cidade.   A usina ficava localizada entre as ruas Gen. Sampaio e Gen. Neto.  A iniciativa e o maior responsavel  pela  introdução da energia elétrica em Bagé foi o  intendente municipal José Octavio Gonçalves a quem a cidade   deve  muitas obras importantes (estação de água, etc.),   cabendo a   construção   da usina à firma do  empresário  Emilio Guilayn.   Bagé se tornou assim a 2a. cidade do interior do estado a contar com os serviços públicos de fornecimento de energia elétrica.  Nos atos festivos,  houve comemorações no Teatro 28 de Setembro e no salão do Clube Congresso Familiar, prédios em que foram instaladas lâmpadas elétricas. 

Notas:  1)  Segundo (4a.)  essa usina contava com dois geradores multipolares de 45 kW cada um (potência total de 90 kW), fornecendo energia elétrica em 220 volts.  2) Em  1901 a capacidade da usina foi aumentada, instalando-se um  gerador de 100 kW.  3)   Segundo (14), em 1886  já tinha estado em Bagé  o Dr.  George Espinasse realizando  experimentos que  mostravam às lideranças locais  como funcionava a   iluminação elétrica.  4)   Maiores detalhes sobre o fornecimento de  energia elétrica em Bagé  podem ser encontradas nas fontes citadas:    (4a.),  (13),   (14) e (16).

14/Jul/1901

Em Jaguarão é instalada uma usina termoelétrica  com capacidade de  100 HP. Foi a 4a. usina instalada no interior do estado.  

Nota:  Maiores detalhes sobre o fornecimento de energia elétrica em Jaguarão podem ser encontrados na ref. (4a).

03/Jul/1904

Em Uruguaiana  é inaugurada uma usina termoelétrica na cidade, utilizando lenha e carvão   como combustível.  

Notas:  1)  Foi a 1a.  uma usina a atender cargas industriais no estado. 2) Em 1910 a potencia da usina era de 600 kW, fornecendo energia elétrica em corrente contínua na tensão de 220 e 400 volts.  3) Maiores detalhes sobre o fornecimento de energia elétrica em Uruguaiana podem ser encontrados na ref. (4a).

1905

Em Santana do Livramento é instalada uma usina termoelétrica. (4a.)

07/Set/1905

Em São Gabriel começa a operar  uma  usina termoelétrica. (4a.)  

Notas:  1)  A potência da máquina a vapor que acionava o gerador era de  80 HP . 2) Essa usina foi ampliada ainda durante essa década  quando  foi instalada uma nova máquina a vapor de  130 HP.  3)  Em 1927, sua capacidade total era de 180 kW.  4)   Maiores detalhes sobre o fornecimento de energia elétrica em  São Gabriel podem ser encontrados na ref.( 4a.).

Em Rio Grande  é instalada uma usina termoelétrica. (4a.).   

Nota:  Maiores detalhes sobre o fornecimento de energia elétrica em Rio grande podem ser encontrados na ref. (4a).

11/Ago/1906.

Em  Santa Cruz do Sul começa a operar  uma  usina termoelétrica. (4a.). 

Notas:  1)  A potência da máquina a vapor que acionava o gerador de corrente continua (dínamo)  era 40 HP . 2) Essa usina teve as seguintes ampliações: em 1910, foi instalada uma nova máquina (a vapor)  de  60 HP ;  em 1912, passou a contar com uma nova máquina  de 106 HP e em 1925 foi instalada uma nova máquina de 100 HP.

Set/1906

Em Alegrete é criada  a   Empresa Luz Elétrica Alegretense sob a razão  social de Dornelles, Blessmann e Cia  Ltda.    (6)

14/Jul/1908

Em Alegrete   a energia elétrica  começa  ser fornecida  à  população.    A usina local  possuía  uma máquina a vapor  que utilizava lenha como combustível  e   funcionava das  7 horas da noite    às  7 horas  da manhã.  A energia elétrica   era cobrada pelo número de lâmpadas existentes em  cada residência.  (6)

Notas:  1)  Em 1912   foram instalados  medidores (então chamados de "contadores") de energia elétrica nas  residências.  2)  Entre 1908 e 1929, a usina   operou  com  máquina a vapor (usando lenha como combustivel), sendo depois substituída por  máquinas que utilizavam óleo  como combustível.  3)  Em 25/Out/1925, a Prefeitura Municipal (então chamada  de "Intendência") compra  os ativos (usina e redes elétricas)  da  Empresa Luz Elétrica Alegretense e passa a administrar  a geração e o fornecimento de energia elétrica à população. 4) Em 20/Nov/1926,  os ativos da  empresa  são por sua vez  vendidos  a  Companhia Geral de Luz e Força S/A  que tinha sede em Bagé.   5)   Maiores detalhes  da história da  energia elétrica em Alegrete podem ser  encontrados  nas referências (4a) e  (6)

 1910

Até esse ano,  onze localidades do interior do estado  já eram atendidas por serviços de eletricidade, sendo que em dez  municípios, os serviços eram realizados por empresas privadas.  (4a.)   

1911/1912

Começa a operar a usina hidroelétrica (ou hidrelétrica)  de Piaí.  

Nota:  Esse fato foi obtido de um livro (com título não anotado) que tratava da História da CEEE, porém não  foi encontrado nenhum documento (em outras fontes) que fornecesse  maiores detalhes dessa usina. Fica então só como registro, a confirmar sua localização e capacidade.

1911

Em São Pedro do Sul,  Henrique  Bernhardt  possui  um máquina (provavelmente um locomóvel) que usava  lenha como combustível  para  produzir energia elétrica.  Essa usina ficava localizada  na  R.  15 de Novembro.  A energia elétrica era  fornecida  à população do anoitecer até a meia-noite.

1912

Em Cruz Alta  a cidade passa a contar com serviços de energia elétrica, fornecida por uma usina hidroelétrica de propriedade privada com capacidade de 260 HP. 

Nota: Maiores detalhes  da história da  energia elétrica em Cruz Alta podem ser  encontrados  na referência (4a).

No municipio  de Passo Fundo,  passa a funcionar uma  usina hidroelétrica no rio Capingui com potência  de 150 HP,  pertencente ao governo municipal.  A construção e/ou administração da obra esteve a cargo da   Casa Bromberg, de Porto Alegre.  (4a.)

No municipio de Alfredo Chaves passa a funcionar uma  usina hidroelétrica.  (4a.) 

 Nota: O municipio de  Alfredo Chaves mudou de nome para  Veranópolis em 1943.

Mai/1912

Em Pelotas,   o governo municipal  outorga à   firma Buston,  Guilayn e Cia   a concessão para a  prestação dos serviços elétricos na  cidade.   (4a.)

18/Out/1912

Em Cachoeira do Sul é inaugurada uma usina elétrica. A montagem da usina coube a firma Lima e Martins de Porto Alegre.

Notas: 1)  Certamente se tratava de uma usina térmica. 2) Ver Correio do Povo de  20/Out/2012, pg. 19  (Há um século no Correio do Povo)

1913

No municipio de  São Leopoldo  começa a operar a usina hidroelétrica de  Picada 48, no rio Caí, com capacidade instalada de 200 HP. 

Notas:  1)   Esta  usina  pertencia  ao governo municipal  e  a  construção e/ou administração da obra esteve a cargo da   Casa Bromberg, de Porto Alegre.  (4a.)  2) Esta usina passou a pertencer aos ativos da  CEEE nos anos 1940 ou 50 e atualmente encontra-se desativada. 3)  A  casa de força (prédio onde ficam o conjunto  turbina/gerador)  dessa usina fica localizada atualmente  no município de Ivoti (emancipado em 1964). 

1914

Em Rosário do Sul começa a operar  uma  usina termoelétrica com potência de 50 HP.  A  construção e/ou administração da obra esteve a cargo da   Casa Bromberg, de Porto Alegre. (4a.). 

1919

Em Itaqui é  instalada uma usina termoelétrica construida pela firma Buxton, Guilayn e Cia.  (4a.)

31/Mai/1919

Em São João do Montenegro (atual Montenegro)  é inaugurada uma usina elétrica. A usina foi construida pela firma Moschetti, La Porta e Cia.  Possuia um grupo motor-gerador de 50 HP que atendia a iluminação pública da cidade.  Em 1937  foi instalada uma nova usina na cidade.   

Nota: 1)  O fato  foi motivo de reportagem no jornal A Federação, de 12/Jun/1919. 2)  Notícia obtida da  Ref. 10 e do Site da P. M. de Montenegro.  3)  A foto abaixo da usina de 1919  foi conseguida de um outro Site (cujo nome nao foi  anotado) da Internet.

1920

Em Arroio Grande  começa a operar  uma  usina termoelétrica, sendo a  máquina térmica  constituída por um locomóvel   com potência de 65  HP.  A  construção e/ou administração da obra esteve a cargo da   Casa Bromberg, de Porto Alegre. (4a.). 

Em  Santo Antônio da Patrulha é iniciada  a  construção da usina  termelétrica,  utilizando  lenha como combustível, a usina  ficava localizada  na  rua  Pinheiro Machado, atual no. 138, nos fundos da prefeitura municipal.   Sua construção e montagem dessa usina  ocorreu  no governo do intendente  Cel. Paulo Maciel de Moraes (1919-1924).   A foto abaixo é do fotógrafo  Severo Horgniese.  

Notas:     1) Os músicos que aparecem à   dir. da foto pertenciam a orquestra (ou banda)  Lyra Martha da mesma localidade. 2)  Foto e informações  obtidas  do   Blog   www.fotossap.blogspot.com .  (colaboração de M. Fernandes)

 

1921

Em Conceição  do Arroio,   no governo do intendente municipal Manoel Estevão Fernandes Bastos, a vila  passa  a contar com  os serviços de energia elétrica na tensão de  220 volts,  atendendo tanto  aos prédios como à iluminação pública.  Anteriormante a isso  a   iluminação pública era feita com  lâmpadas de querosene o qual era motivo de  muitas reclamações, pois como  ventava muito na vila, as lâmpadas deixavam de  funcionar. Na concorrência para construir  a rede elétrica,  venceu a proposta apresentada por Carlos Afonso Monteiro de  Lacerda e Waldemar Euclides Neves.  Nota:   Conceição do Arroio  mudou de nome para Osório em 1934. (20)

 

Jun/1923

No interior de Ijuí  começa a operar uma usina hidroelétrica,  conhecida  como Usina da Sede. Ela possuia  na ocasião   uma capacidade instalada de  280 kW.   Os estudos para  o aproveitamento do rio   com vistas a    instalação de uma hidroelétrica iniciaram em 1920.

Notas:  1) Em 1931, teve sua capacidade  ampliada para 380 kW.  2)  No momento atual (2015)  essa  é   a mais antiga  usina  ainda  em operação no Rio Grande do Sul. 3)  Ela é  também   conhecida   como  Usina Velha. 4)  As fotos abaixo foram obtidas  do Site do  Departamento Municipal de Energia de Ijuí (DEMEI) >   www.demei.com.br   .  5) Outras informações sobre o DEMEI, ver  Site da ABRADEMP  (31)

Observação: Para maiores informações sobre a História de Energia Elétrica no Município de Ijuí, ver  Ref. 7.   

 

Vista  da Usina  da Sede 

Casa de Força  da Usina

1924

Em São Jerônimo começa a operar a 1a. usina termelétrica  do país  que  utilizava  carvão mineral  como combustível primário.  Essa usina foi construída pela Companhia Estrada de Ferro e Minas de São Jerônimo (C.E.F.S.M.J.).   Partes do prédio  dessa usina encontram-se atualmente no município de Arroio dos Ratos (emancipado em 1964).  No prédio da usina, restaurado em 1994,  funciona o Museu Estadual do Carvão. 

Nota:  Essa usina funcionou até 1956.  (8)

15/Set/1926

Em Panambi  é constituída a empresa que atualmente  é denominada  Hidroelétrica Panambi S.A. (HIDROPAN), de propriedade  de  Carlos Knorr & Filhos

27/Set/1926

No interior do  atual municipio de Condor, é  inaugurada  a usina hidroelétrica do Rio Alegre (ou Arroio Alegre) ,  com capacidade instalada  de 150 kW.  

Notas: 1)  Em 1930, a usina   teve sua capacidade  ampliada para  250 kW. 2)   Este empreendimento foi registrado em  31/Mar/1939,  sob nº 1.355/39 no Departamento Nacional de Produção Mineral do Ministério da Agricultura,  em nome de  Carlos Knorr & Filhos. 3) Mais detalhes ver Site da empresa > www.hidropan.com.br   4)  Maiores informações ver  Site da ABRADEMP  (31)

1930

No interior de  São Francisco de Paula começa a operar a usina hidroelétrica de  Toca, no rio Santa Cruz.   

Notas:  Depois de inaugurada, teve  alterações  em sua  capacidade. Atualmente possui uma capacidade instalada   de  1100 kW . (Fonte: Site Wikipedia)  2)  Ver mapa da localização da usina de Toca e  demais aproveitamentos hidroelétricos na região. Imagem obtida da Ref. 18. 

 

15/Jun/1932

Passa a funcionar  a Nova Palma Energia (UHENPAL,  depois NPE) com geração de energia pela PCH Cafundó,  no Rio Soturno, município de Nova Palma. A empresa fornecia  energia, na época, aos pequenos povoados da Quarta Colônia de Imigração Italiana - hoje formada por 7 municípios da Região Central do Estado do Rio Grande do Sul. Notas: 1) atualmente a sede da empresa fica na cidade de Faxinal do Soturno. 2) Mais detalhes, ver Site da empresa.   www.novapalmaenergia.com.br  3) Informações obtidas do Site da ABRADEMP  (31)

1933

No interior  do município de Passo Fundo começa a operar a usina hidroelétrica de Capingui, no rio Capingui.

Nota: Esta usina sofreu  ampliações de capacidade em   1953 e em 1955. Atualmente a capacidade instalada  é   4500 kW (4,5  MW).  (Fonte: Site Wikipedia)

31/Dez/1933

Em Canguçu passa operar a usina local que custou 200 contos de réis aos cofres da municipalidade.  A construção dessa usina  teve o  apoio decisivo do interventor Gen. Flores da Cunha.   A usina funcionou por cerca de 20 anos, até ser encampada pela CEEE.

Notas: 1) Certamente era uma usina térmica.  2)  A inauguração dessa usina foi motivo de reportagem do jornal Diário  Liberal, de Pelotas, na edição de 03/Jan/1934. (artigo do Cel. Cláudio Moreira Bento, disponivel  na Internet)

1937

Em Montenegro   passa a operar uma  nova usina elétrica, a Usina Mauricio Cardoso com um potência de 600 HP. Essa usina conseguia abastecer as cidades de Montenegro e São Sebastião  do Caí.

Nota:  Notícia obtida da  Ref. 10 e do Site da P. M. de Montenegro.

 11/Jun/1938

Entra em operação a Usina Termelétrica de Emergência, em São Leopoldo.

Notas:  1) Não se tem maiores dados sobre a capacidade dessa usina. 2) Usina referida no  Site da ELETROBRAS-CGTEE.

1941

No interior do  atual  município de Santa Maria do Herval  entra em operação  a usina hidroelétrica de Herval,  no rio Cadeia, com capacidade instalada de 1400 kW.   Posteriormente, a  usina  passou  a  pertencer  a CEEE e  atualmente está automatizada.  

Nota:   O  município de Santa Maria do Herval foi emancipado em 1989.  (Fonte: Site Wikipedia)

Em Restinga Seca,  Fioravante Valentin Pappis  faz a instalação de um gerador elétrico  de 15 kVA  o qual é acionado por  um locomóvel.  Com essa  instalação consegue  fornecer energia  elétrica ao engenho de arroz Scheffel durante o dia e a noite atendia  o Hotel Central e o Hotel dos Viajantes.  (15)

02/Abr/1941

No interior do antigo município de José Bonifácio (atualmente Erechim), é fundada  a  Cooperativa de Força e Luz de Quatro Irmãos, localizada no então Oitavo Distrito. Seu objetivo  era   gerar energia para a pequena localidade, sede da companhia colonizadora (a  Jewish Colonization and Association), composta por colonos judeus  que se instalaram  em 1911 na região. 

Notas: 1) Hoje na sua área de ação foram implantadas cidades como Jacutinga, Campinas, Sertão, Getúlio Vargas e Estação, entre outras. 2)  Esta foi a 1a.  cooperativa de eletrificação rural fundada no Brasil. 3) Para maiores detalhes  sobre o cooperativismo em geral acessar esse link  obtido no Site  da  FECOERGS >   http://www.fecoergs.com.br/pagina.php?cont=historia.php&sel=2

05/Ago/1944

Em Passo Fundo, no distrito de Tapejara,   foi fundação  da  empresa   de energia elétrica Muxfeldt-Marin e Cia.,  por   Affonso Muxfeldt, Giacomo Marin e João Manoel Bernardes.  Para tanto foi construida no rio Ligeiro  a usina hidroelétrica Avante com capacidade de 80 kVA.  

Notas:    1)  Em 1947,  iniciou-se a construção de outra usina no mesmo rio. Com capacidade  de  312 kVA essa usina passou a operar  em 1950. Essa usina foi desativada  em 1992, depois de ser  destruída por uma enchente.    3)  Em 2001 foi construida a nova usina de Avante com capacidade final de 1250 kVA, operando em 380 volts.  Essa usina está atualmente localizada no municipio de Ibiaçá.   4)  Atualmente (2015) a empresa tem a denominação de  Mux  Energia e atende mais de 10 mil consumidores.  5)  O municipio de  Tapejara emancipou-se em 1955   e Ibiaçá em  1965.   6)   Maiores detalhes dessa empresa, acessar  Site da empresa >   www.muxenergia.com.br     .  7)   Maiores informações sobre a empresa ver  Site da ABRADEMP  (31)

1946

Em São Pedro do Sul, o poder  municipal  constrói  uma pequena hidroelétrica  no rio Toropi, no lugar chamado  Quebra Dentes para fornecer energia elétrica à população.

 1948

No interior do município de Ijuí  entra em operação uma usina termoelétrica.  Operando  perto da Usina da Sede,  ela possuía uma capacidade instalada  de 330 kW e utilizava lenha como combustível. 

Set/1948

Em  Francisco de Paula,  entra em operação  usina hidroelétrica  do   Passo do Inferno,  no rio   Santa Cruz.  com capacidade instalada de  1100   kW.   

Notas:  1)  Essa foi a 1a. usina hidroelétrica   projetada e   construída pela CEEE  com o objetivo  de oferecer  melhor  atendimento  elétrico  aos municípios de  São Leopoldo e  Caxias do Sul.  2)   Foi também a 1a. usina da CEEE  a ser automatizada, fato ocorrido  em  Jan/1992.  (Fonte: Site Wikipedia)

01/Jul/1949

Em Restinga Seca entra em operação   um  usina elétrica (térmica)  para atender  a cidade. O  grupo gerador  funcionava com  óleo  diesel, era   de   marca Catterpillar e tinha  capacidade instalada  de   88 kW.  Esse grupo gerador  pertencia  à    prefeitura  de Cachoeira do Sul.  

Nota:  Nos anos 50, essa usina  teve  a sua   capacidade ampliada  com a adição de um novo grupo gerador de 88 kW.  (15)

1950

Começam as primeiras pesquisas sobre o aproveitamento do carvão mineral para geração de energia elétrica no estado do Rio Grande do Sul.

No atual municipio de  Maximiano de Almeida entra em operação a  usina hidroelétrica de Forquilha, no rio Forquilha,  com capacidade  instalada   de  1100  kW, construida pela CEEE.    (Fonte: Site Wikipedia) .

Nota: Esse municipio emancipou-se  em 1961.

No atual municipio de  Eugenio de Castro entra em operação  a usina hidroelétrica de Ijuizinho,  no rio Ijuizinho, com capacidade instalada de 1100 kW,  construída pela CEEE.    (Fonte: Site Wikipedia). 

Nota: Esse municipio emancipou-se  em 1989.

Em Julio de Castihos entra em operação  a usina hidroelétrica de Ivaí,  no rio Ivaí, com capacidade instalada de 700 kW, construída pela CEEE.  (Fonte: Site Wikipedia)

No atual municipio de Roque Gonzales  entra em operação a  usina hidroelétrica de Pirapó, no rio Ijuí,   com capacidade instalada de  600  kW,  construída pela CEEE.  

Notas:  1)  Atualmente esta usina pertence a CPFL Sul Centrais Elétricas Ltda. 2)  Esse municipio foi emancipado em 1965.

1951

 No interior do município de Ijuí  entra em operação uma usina termoelétrica  com capacidade instalada   de 300 kW e utilizando  óleo combustível. 

1952

Em Canela  entra em operação a  usina hidroelétrica de Bugres,  nos rios   Santa Maria e Santa Cruz,  com capacidade  instalada  de  11,5 MW construída pela  CEEE.  (Fonte: Site Wikipedia)

26/Mar/1953

Promulgado o  Decreto   nº 32.461  que    outorga  à Knorr & Cia., a concessão para produzir e distribuir energia elétrica no município de Panambi-RS.  

Nota:  Essa licança  foi renovada pelo Decreto nº 89.582 de 24 de abril de 1984 do Ministério de Minas e Energia (MME).

Abr/1953

No atual municipio de Erval  Seco começa a operar a usina hidroelétrica de  Guarita no rio Guarita, com capacidade instalada   de  1700 kW,  construída pela  CEEE.  (Fonte: Site Wikipedia)

Nota: Esse municipio  emancipou-se  em 1963.

07/Out/1953 

Em São Jerônimo é inaugurada  a usina térmica de São Jerônimo  com  capacidade instalada de 10 MW, utilizando carvão mineral   como combustível.  

Nota:   1)  Em 1955  entrou em operação a 2a. etapa,  completando 20 MW  de capacidade instalada.  2) Em Jul/1997, a usina    passou a fazer parte da  Companhia de Geração Térmica de Energia Elétrica (CGTEE).    3)  A data de inauguração foi obtida do Jornal do Comercio, de Porto Alegre,  edição de 09/Abr/2013.  4)  Maiores detalhes sobre a história dessa usina ver  Site da ELETROBRAS-CGTEE. 5) A foto abaixo foi obtida do Site citado.

 

1955

Em Três de Maio entra em operação  a   usina hidroelétrica de Santa Rosa, no rio Santa Rosa,   com capacidade instalada de 1900  kW, construída pela  CEEE.  

Nota:  Em Jul/2000, essa usina foi automatizada. (Fonte: Site Wikipedia)

Na divisa dos municipios de  Tapera e Selbach  entra em operação  a   usina hidroelétrica de Colorado,  no  rio  Puitã. 

Nota:  Atualmente  essa usina pertence a  ELETROCAR - Centrais Elétricas de Carazinho S/A e  possui  capacidade  instalada  de   1400  kVA.  (Fonte: Site  da  ELETROCAR)

19/Fev/1956

Em Teutônia  é fundada a   Cooperativa Regional de Eletrificação Teutônia Ltda. (CERTEL).  

Nota:  A   CERTEL é a mais antiga das cooperativas de eletrificação rural ainda em atividade,

Dez/1956

Em Canela  entra em operação  a usina hidroelétrica de Canastra, nos rios Santa Maria e Santa Cruz, com capacidade  instalada  de  44 MW, construída pela CEEE.    (Fonte: Site Wikipedia)

1957

No atual municipio de Tio Hugo entra  em  operação  a usina hidroelétrica de Ernestina no rio  Jacuí,  com capacidade  instalada   de  3700 kW, construída  pela  CEEE.  (Fonte: Site Wikipedia). Nota: Esse municipio foi emancipado em 1996.

19/Out/1959  

No interior do municipio de Ijuí entra  em operação a usina hidroelétrica Passo do Ajuricaba, construída pelo Departamento Municipal de Energia de Ijuí (DEMEI) com capacidade de 2000 kW.  

Nota:   Em 1975  teve sua capacidade ampliada para  4000 kW. 

1961

Em Bagé, na localidade de Candiota,  entra em operação  a usina termoelétrica  de  Candiota 1   que utiliza carvão mineral como combustível. A potência instalada nessa usina era de 20 MW.  Notas:  1)  No mesmo local, em 1974, entrou em operação a usina termoelétrica Presidente Médici. Ver 1974. 

Notas:  1) Essa usina passou a pertencer ao municipio de Candiota, emancipado em 1982.  2)  Maiores detalhes sobre a história dessa usina ver  Site da ELETROBRAS-CGTEE.

18/Fev/1961

Em Caibaté  é fundada  a   Cooperativa  Regional de Eletrificação  Rural das  Missões  Ltda. (CERMISSÕES).

1962

Na divisa dos  municípios de Almirante Tamandaré do Sul  e Chapada   entra  em operação a usina hidroelétrica de Mata Cobra,  no  rio da Várzea. 

Nota:  Atualmente  essa usina pertence a  ELETROCAR - Centrais Elétricas de Carazinho S/A  e  possui  capacidade  instalada  de   3750 kVA.   (Fonte: Site  da  ELETROCAR)

Em São Jerônimo entra em operação comercial a usina termoelétrica de Charqueadas (TERMOCHAR),   utilizando carvão mineral como combustível. Nesse ano, passaram a operar   3 unidades  geradoras  de 18 MW cada.  A  4a. unidade, também de 18 MW,    entrou em  operação  em  1969. 

Notas:  1)  Essa usina foi construída pelo  Consorcio Auxiliar de Empresas de Mineração (CADEM) que depois passou a se chamar  Companhia de Pequisas e Lavras Minerais (COPELMI), com o fim de aproveitar  os recursos minerais disponíveis na região.  2)   Os recursos  para a obra  foram proporcionados pelo  Banco Nacional de Desenvolvimento (BNDE,  na época;  atualmente  BNDES). 3)  Em  1970,  essa  usina passou a pertencer a ELETROSUL, fundada em  Dez/1969.   (Colaboração de Saul O. G.  Cardoso)  4) Maiores detalhes sobre a história dessa usina  ver Site da ELETROBRAS-CGTEE.

09/Jul/1962

Em Fontoura Xavier  é fundada  a   Cooperativa  de  Energia  e  Desenvolvimento  Rurais  Fontoura  Xavier  Ltda. (CERFOX). 

30/Set/1962

No atual municipio  de Salto do Jacuí é  inaugurada  a  usina hidroelétrica de Jacuí, no rio Jacuí,  com capacidade instalada  de  180 MW, construída pela CEEE.  

Notas:  1) Este municipio foi emancipado em 1982.  2)  Desde 2005, essa instalação  é denominada  Usina Leonel de Moura Brizola. (Fonte: Site Wikipedia)

07/Fev/1964

É  sancionada a lei constituindo a “Sociedade de Economia Mista” ELETROCAR - Centrais Elétricas de Carazinho S/A, lançando os fundamentos, para o surgimento da maior e mais importante empresa do município.   Notas:  1)  Mais detalhes ver Site da empresa >    www.eletrocar.com.br   .  2)   Outras informações sobre a ELETROCAR , ver  Site da ABRADEMP  (31)

03/Abr/1966

No atual municipio de Pinhal  é fundada  a   Cooperativa  de  Energia e Desenvolvimento  Rural  do  Médio  Uruguai  Ltda.  (CRELUZ) . 

Nota:   Este municipio foi emancipado em 1988.

20/Ago/1966

Em Ijuí   é fundada  a  Cooperativa  de Eletrificação Rural  Ltda. (CERILUZ)  com o fim de fornecer energia elétrica  para   160 propriedades rurais das  localidades de   Alto União, Linha 06 Leste e Mauá. 

Notas:   1)  Em 1973,  a  cooperativa   inicia os trabalhos para  fornecer  elétrica para quatro localidades (Três Vendas, Passo Burmann, Engenho Velho e Colônia das Almas)  do interior do município de  Catuípe.    2) O nome atual  dessa empresa é  Cooperativa Regional de Energia e Desenvolvimento Ijuí Ltda.

14/Jan/1968

Em Ibirubá é fundada  a  Cooperativa de  Energia  e   Desenvolvimento  Rural  Coprel  Ltda. (COPREL). 

13/Set/1968

Em Alegrete  começa a operar  de forma  contínua  a   usina  termoelétrica de Alegrete  (depois batizada de Osvaldo Aranha),  utilizando óleo como  combustível.  A inauguração dessa usina  ocorreu  em  17/Set  com a presença do Presidente  da República,  Arthur da Costa e Silva.   

Notas:  1) Essa usina  foi iniciada pela CEEE.  2) Posteriormente a ELETROBRAS  através da sua subsidiária Termoelétrica de Alegrete S/A  (TERMOALE) assumiu a conclusão da obra e sua operação. 3)  Em 1972, essa usina foi oficialmente incorporada aos ativos da ELETROSUL. Ver  23/Dez/1968.   (Colaboração de Saul O. G.  Cardoso) .    4)   Atualmente esta usina  pertence a empresa Tractebel Energia.  5)  A usina   está interligada  com  a   subestação da ELETROSUL  (50 MVA -  138/69 kV  e 16 MVA - 69/13,8 kV. (Fonte: Site da ELETROSUL) .  6)   A  capacidade instalada  atual dessa usina  é  66  MW. 

23/Jul/1969

Em Erechim  é fundada  a   Cooperativa   Regional de   Eletrificação  Rural do Alto   Uruguai  Ltda. (CRERAL). 

09/Set/1969

Em Cachoeira do Sul  é fundada  a   Cooperativa  de Eletrificação  Centro  Jacuí  Ltda. (CELETRO). 

17/Out/1969

Em Taquari  é fundada  a  Cooperativa Regional de   Energia  e Desenvolvimento  Rural  Taquari Jacuí  Ltda. (CERTAJA). 

23/Nov/1969

Em  Três de Maio é fundada  a   Cooperativa   de   Energia  e Desenvolvimento  Rural   Entre Rios  Ltda. (CERTHIL).

1970

1)    A CEEE inicia o processo de conversão de frequencia (para 60 Hz) de suas instalações que ainda operavam em 50 Hz. Notas:  1)  De inicio foram convertidos duas máquinas da Usina Jacuí que ainda operavam em 50 Hz;  as outras quatro já operavam em 60 Hz. 2) A 1a. interligação entre os estados do  Rio Grande do Sul (RS)  e de Santa Catarina (SC)  ocorreu com a linha de transmissão de 230 kV  entre a subestação da  SOTELCA (SC) e a subestação de   Farroupilha (RS).  3) Para coordenar as atividades de conversão de frequência no estado  foi criado o DECOFRE - Dep. de Conversão de Frequência,  através de um convênio entre a ELETROBRAS, ELETROSUL  e CEEE.  (21)

2)  Entra em operação a Usina Térmica de Pelotas, construída pela ELETROBRAS, com potência de  12.500  KW (12,5 MW) para melhorar o atendimento da cidade e da região. Nota: Esta usina vai utilizar  óleo diesel (?) como combustivel.

3)   Conforme (21),  em 1970:

    a)  a CEEE   possuia  111 subestações de distribuição e transmissão em todo o estado, atendendo 924 localidades, pertencentes a 199 municipios.

    b)  A potência instalada nas usinas (CEEE e ELETROSUL) no estado do RGS  era da ordem de  1.100 MW (1,1 GW). 

4)  Para maiores informações  sobre a expansão da geração das  usinas  estaduais  e  a situação da Energia Elétrica no estado do RGS em 1970,  ver livro citado na ref. 21.

 

Set/1970

Em São Jerônimo,  a usina termoelétrica  de Charqueadas, conhecida como TERMOCHAR, que utiliza carvão mineral  como combustível primário,  passa oficialmente  a pertencer  a  ELETROSUL.  Ver 1962.   

Notas: 1)  Atualmente esta usina fica localizada no município de Charqueadas (emancipado em 1982) e agora  pertence a empresa  Tractebel Energia.  Possui   uma capacidade instalada de  72 MW. (Fonte: Site da Tractebel).  2)   A  usina  está  interligada  com a   subestação  da ELETROSUL (88 MVA -  230/69 kV).  (Fonte: Site da ELETROSUL

Usina de Charqueadas (Foto: Site da ELETROBRAS)

05/Dez/1970

Em Santa Rosa é fundada  a   Cooperativa  de  Eletrificação e   Desenvolvimento  da Fronteira  Noroeste  Ltda.  (COOPERLUZ).   

20/Out/1972

Em Bagé é fundada  a   Cooperativa Regional  de Eletrificação  Rural   Fronteira Sul Ltda  (COOPERSUL). 

Mar/1973

No atual municipio de  Salto do Jacuí começa a operar a usina hidroelétrica de Passo Real, no rio Jacuí,   com  capacidade instalada de  160 MW,  construída pela CEEE. (Fonte: Site Wikipedia)

Nota:  Salto do Jacuí foi  emancipado em 1982.

No atual municipio de  Entre Rios do Sul  começa a operar    a usina hidroelétrica de Passo Fundo, nos rios Passo Fundo e Erechim, pertencente a ELETROSUL.  A capacidade  final   instalada  é   225  MW.    

Notas:  1)  As obras dessa usina duraram de Jun/1969  a  Jun/1975 e foram realizadas  pela Enerconsult S.A.   2)  Esta   usina foi privatizada  e atualmente   pertence a   Tractebel  Energia.    3)  A usina  está  interligada  com a   subestação  da ELETROSUL (84 MVA -  230/138  kV).  (Fonte: Site da ELETROSUL) . 4)  Quando  as obras dessa  usina foram  iniciadas em 1969   ficou a cargo  do  Departamento Nacional de Obras e Saneamento (DNOS)    a  construção  da barragem  e  da  CEEE  a  montagem  da casa de máquinas, subestação, etc. (Colaboração de Saul  O. G.  Cardoso)  5)  O município de  Entre Rios do Sul  foi emancipado em 1988.

1974

Em Farroupilha entra em operação   a  subestação  Farroupilha, da ELETROSUL. Notas:  1)  As obras  dessa subestação duraram  de 1970 a 1974. (Fonte: Site da Enerconsult S/A).  2)  A   potência da subestação é  88 MVA e  opera  nas  tensões de 230/69  kV. (Fonte: Site da ELETROSUL).  

Em Bagé, na localidade de Candiota,   entra  em operação a Fase A da  usina térmoelétrica  Presidente Médici.    Utilizando carvão mineral como combustível, possui uma capacidade instalada inicial de   126  MW.  

Notas:  1)  Ver 1961 (Usina de Candiota).  2)  Em Dez/1986 entrou  em operação a Fase B   e  em Jan/2010  a Fase C da usina. Ver essas entradas. 3) Atualmente    essa usina  fica no  município de Candiota (emancipado em 1992).  4)  Em Jul/1997, a usina  passou a fazer parte da  Companhia de Geração Térmica de Energia Elétrica (CGTEE), do grupo ELETROBRAS.  5) Maiores detalhes sobre a história dessa usina ver Site da ELETROBRAS-CGTEE. 6)  A foto abaixo foi tirada do mesmo Site.  

 

20/Out/1974

Em Santa Maria  é fundada a  Cooperativa de  Eletrificação Rural  do Vale do Jaguari Ltda. (CERVALE).   

1975

Em Canoas  entra em operação  a subestação  SE Cidade Industrial  (SECI),  construída pela CEEE.  Foi a 1a. subestação do estado a operar na  tensão de 230 kV.

09/Mar/1975

Em Viamão  é fundada a   Cooperativa  Regional  de Energia  e Desenvolvimento Rural  do Litoral Norte  Ltda.  (COOPERNORTE). 

09/Set/1975

Em Encruzilhada do Sul é fundada a   Cooperativa  Sudeste  de Eletrificação Rural  Ltda. (COSEL). 

1978

Em Rio Grande, na localidade da Quinta,   entra em operação   a  subestação  Quinta, da CEEE, operando nas  tensões de 230/69/13,8 kV.

Notas: As obras  de construção dessa subestação duraram  de 1974 a 1978. (Fonte: Site da Enerconsult S/A). 

Set/1978

No atual  municipio  de Pinhal Grande  entra em operação  a   usina hidroelétrica de Itaúba, no rio Jacuí  com capacidade instalada  de  500  MW,  construída pela  CEEE.  (Fonte: Site Wikipedia). 

Nota:   Este municipio foi emancipado em 1992.

Set/1980

Em Alegrete,  a usina termoelétrica de Alegrete,  pertencente a ELETROSUL,  passa a operar  utilizando  carvão  como combustível  primário, em substituição ao óleo combustível. A  capacidade instalada  atual dessa usina é  66 MW.  (Fonte: Site da Enerconsult S/A)

Notas:  1)   Atualmente esta usina  pertence a empresa Tractebel Energia.  2)  A usina   está interligada  com  a   subestação da ELETROSUL  (50 MVA -  138/69 kV  e 16 MVA - 69/13,8 kV. (Fonte: Site da ELETROSUL).     

09/Mai/1986

Decreto  no.  92.637  que  concede  ao   Departamento Municipal de Energia de  Ijuí - DEMEI  a  permissão para  continuar explorando o serviço público de distribuição de energia elétrica  no município de Ijuí.

Dez/1986

Em  Bagé, na localidade Candiota,  entra em operação da Fase B da Usina Termelétrica Presidente Médici.  Este 2a. fase agregou 320 MW a potência instalada  da usina, totalizando então  460 MW.

Notas: 1)   Em Jan/2010 entrou em operação a Fase C da mesma Usina. Ver essa entrada!  2) Atualmente  essa usina  fica no  município de Candiota, emancipado em 1992.

19/Set/1987

No municipio de Itá (SC),  é   inaugurada   a subestação de Itá, de propriedade da ELETROSUL.  É   uma unidade interligadora em alta tensão 525 KV,  construída inicialmente para reforçar o abastecimento do Rio Grande do Sul e para realizar a transferência da geração da futura  usina hidroelétrica  de Itá.  (Fonte: Site da Wikipedia).  Ver  Jul/2000.

Mar/1993

Em Ibirubá entra  em operação a usina hidroelétrica  Cascata do Pinheirinho, no rio Pinheirinho, com  capacidade instalada   de   530  kW. Esta usina foi  depois ampliada pela COPREL.  

25/Out/1994

Em Uruguaiana  entra em operação  a estação conversora de frequência (50/60 Hz)  de  Uruguaiana, pertencente a  ELETROSUL. O investimento da ordem de  50 milhões de dólares  foi  objeto de  rateio   entre  a  ELETROSUL (50%)  e a  empresa argentina Aguas Y  Energia (50%). (Site da INFOENER).  A capacidade dessa  estação é  de   50  MW e interliga  Passo de los Libres,  na Argentina com a subestação de Uruguaiana. (Site da ANEEL)

Nov/1995

Em São Gabriel entra em operação a Usina Termelétrica da Urbano Agroindustrial     que  utiliza  casca de arroz como combustivel.  A potência instalada da usina é de 2,2 MW.  

Nota: Esta  foi a 1a. usina do estado a utilizar a casca de arroz como combustível. Fonte:  Site www.planetaarroz.com.br

Dez/1995

Em Fontoura Xavier  entra  em operação uma usina hidroelétrica  no rio Fão,  construida   pela  CERFOX.   A usina   possui  uma capacidade instalada   de  1450  kW.  

Jun/1996

Em Lagoa Vermelha,  após sofrer reformas pela COPREL, entra  em operação a usina hidroelétrica do Posto, no rio Forquilha.  A   usina passa  a ter    uma capacidade instalada  de  780  kW. 

Nota:  Anteriormente a capacidade  da  usina era   220  kW.

Mai/1999

Em Inhacorá  entra  em operação uma usina hidroelétrica  no rio Buricá,  construida   pela  CERTHIL.   A usina   possui  uma capacidade instalada   de  1400  kW.  

Jul/1999

Em Erval Seco  entra  em operação uma usina hidroelétrica  no rio Fortaleza,  construída   pela  CRELUZ.   A usina   possui  uma capacidade instalada   de  800  kW. 

Ago/1999

Em Chiapeta  a  CERILUZ  conclui as obras  da  usina hidroelétrica  Nilo Bonfanti, no   rio Buricá.   A usina possui uma  capacidade instalada   de 680  kW. 

Nota:   A  foto abaixo foi  tirada  do Site da  CERILUZ.

Dez/1999

Em Chiapeta,  entra  em operação uma usina hidroelétrica  no rio Buricá. Esta  usina  é  uma  CGH (Central Geradora Hidroelétrica)  que pertence a Irmãos Zanetti e Cia.  Ltda e    possui  uma capacidade instalada   de  680  kW.  (Fonte: Site da ANEEL)

Jan/2000

Em  Uruguaiana  entra em operação a 1a. etapa da usina térmica de  Uruguaiana com  capacidade instalada de  157 MW  que utiliza gás natural como combustível.  Foi construída pela AES  Uruguaiana.   

Notas: 1)  O   gás  é importado da Argentina através de um gasoduto de 400 km de extensão. 2)  É a 1a. usina a gás do estado destinada  a   gerar  energia elétrica para uso público.  Ver Dez/2000. 

Fev/2000

Em Entre Ijuis entra  em operação  uma usina hidroelétrica  no rio Ijuizinho.  Esta  usina  é  uma  PCH (Pequena Central Hidroelétrica)  que pertence a BT  Geradora de Energia Elétrica Ltda e possui uma capacidade instalada  de 3.600 kW (3,6 MW).  (Fonte: Site da ANEEL)

01/Jun/2000

Em Garruchos,  entra em operação a  1a.  linha  transmissão  em   500 kV  da   interconexão  Argentina -  Brasil  através da estação conversora de frequência (50/60 Hz) de Garabi I.  A linha  possui uma   capacidade de transporte de   1.100 MW. Em  01/Ago/2002, o projeto foi concluído com a entrada em operação da segunda interconexão, estação Garabi II  e  2a. linha  de  500 kV com  1.100 MW.

Jul/2000

Na divisa dos municípios de Aratiba (RS) e Itá (SC)  entra   em operação  a usina hidrelétrica   Itá,  A obra  foi  executada pela  Gerasul em parceria com a Itá Energética, consórcio formado pelas empresas Odebrecht Química, Companhia Siderúrgica Nacional (CSN) e Cimentos Itambé. Em março de 2001, a usina atingiu a capacidade de 1.450 MW. (Fonte: Site da ELETROBRAS). 

Notas: 1)  Maiores detalhes dessa usina ver Site da Tractebel Energia.   2)  A foto abaixo foi obtida do mesmo Site.

Out/2000

No municipio de Floriano Peixoto,  entra  em operação um a usina hidroelétrica  no rio Abaúna,   construída   pela  CRERAL.   A usina   possui  uma capacidade instalada   de  700  kW. 

Dez/2000

Em Uruguaiana  passa  a operar de forma integral  a usina a gás natural de   Uruguaiana (ver Jan/2000).  Pertencente  a   AES  Uruguaiana Empreendimentos Ltda, a usina  uma capacidade instalada   de  640 MW.  O investimento foi da ordem de  350 milhões de dólares.   A  energia elétrica  gerada  é comercializada  com  as concessionárias de energia elétrica (CEEE, AES Sul e RGE).   

Nota:   As fotos abaixo foram  obtidas  dos Sites  da  ABEGÁS  e  do Grupo MPE.  

Usina  de Uruguaiana  (Site da ABEGÁS)

Usina  de Uruguaiana  (Site do Grupo  MPE)

 

No municipio de Victor Graeff  entra  em operação a usina hidroelétrica Cotovelo do Jacuí,  no rio Jacuí,  construída  pela  COPREL.  A usina   possui  uma capacidade instalada  de 3300  kW. 

Jan/2001

Em  Taquaruçu do Sul   entra  em operação a usina hidroelétrica  no rio Fortaleza,  construída  pela  CRELUZ.   A usina   possui  uma capacidade instalada  de 1200  kW. 

24/Jan/2002

Em Montenegro  é inaugurada a subestação  SE  Montenegro 2, construida  pela AES Sul.  Essa obra custou  cerca de  3,7    milhões de reais, incluindo os custos com a implantação da  linha de transmissão de 138  kV que abastece a subestação e saídas de alimentadores.  Com potencia instalada de 25 MVA, 138/23  kV,  a obra vai beneficiar  25 mil clientes  (urbanos e rurais) dos municipios de  Montenegro, Brochier,  Maratá e Salvador do Sul.  

05/Fev/2001

Em Nova Palma entra em operação  a  1o. grupo gerador da  usina hidroelétrica  Dona Francisca, no rio Jacuí. A usina foi construida pelo consórcio Dona Francisca, formado pelas  empresas DFESA e CEEE.  

Notas:   1)    O 2o.  grupo  entra em operação em 12/Mai  e atualmente  a capacidade  instalada   da   usina   é  125  MW. (Fonte: Site  Wikipedia).   2)    A foto abaixo foi tirada do Site   http://quartacoloniaitaliana.vilabol.uol.com.br

 

 

30/Jan/2002

Na divisa dos  municípios de Maximiliano de Almeida (RS) e Piratuba (SC)  entra em operação a usina hidroelétrica de Machadinho, no rio Pelotas.  

Notas:  1)  Em julho, entrou em operação a terceira e última unidade geradora da usina, perfazendo o total de 1.140 MW. (Fonte: Site da ELETROBRAS).   2)  A operação  e manutenção da usina  está a   cargo da empresa Tractebel Energia S.A.,   mas a concessão pertence  ao  consórcio de empresas que  construíram a usina. Ver  15/Jul/1997. 

23/Mai/2002

Em Venâncio Aires   é inaugurada a subestação  SE  Venâncio Aires 2, construida  pela AES Sul.  Essa obra custou  cerca de  2,5  milhões de reais, incluindo os custos com a implantação da  linha de transmissão de 69 kV que abastece a subestação e saídas de alimentadores.  Com potencia instalada de 25 MVA, 69/13,8 kV,  a obra vai beneficiar  consumidores  (urbanos e rurais) dos municipios de  Venâncio Aires, Mato Leitão e Sério.  

Nov/2002

Em Canoas entra em operação a usina termoelétrica de Canoas,  pertencente a Petrobras e   que  utiliza    gás   como combustível  primário.  A capacidade instalada da usina é   520 MW.  

Nota:  Essa usina  está interligada com o sistema de transmissão da CEEE  em 230 kV.  (Fonte: Site da Enerconsult S/A). 

Dez/2002

Em Putinga  entra  em operação uma usina hidroelétrica  no rio Forqueta, construída  pela  CERTEL.   A usina   possui  uma capacidade instalada  de   6100  kW. 

Out/2003

Em Nonoai  entra  em operação  uma usina hidroelétrica  no rio Tigre,  construída  pela  CRERAL.   A usina   possui  uma capacidade instalada  de 1000  kW. 

Dez/2003

Em Ijuí  entra  em operação a usina hidroelétrica José Barasuol  no rio Ijuí,  construída  pela  CERILUZ.   A usina   possui  uma capacidade instalada  de 13,5   MW. 

Notas:  1)  Em Ago/2006,  foi  instalado  um  grupo gerador  de  830 kW  em  outra casa de  força  para aproveitar  o fluxo do rio que não passa pela casa de força  principal,  perfazendo uma capacidade total   de  14,3 MW.  2) A  foto abaixo foi  tirada  do Site da CERILUZ.

 

Out/2004

Em  Campinas das Missões  entra  em operação uma usina hidroelétrica  no rio Comandaí,  construída  pela  COOPERLUZ.   A usina   possui  uma capacidade instalada  de 1000  kW. 

Nov/2004

 Em  Cristal do Sul  entra  em operação uma usina hidroelétrica  no rio Braga,  construída  pela  CRELUZ.   A usina   possui  uma capacidade instalada  de 600  kW. 

11/Jan/2005

Na divisa dos  municípios de Veranópolis e  Bento Gonçalves é  inaugurada   a usina hidroelétrica  Monte Claro no rio das Antas,  com uma   capacidade instalada  de 65   MW.  A  obra custou  cerca de  R$  250 milhões  e a  usina  pertence  ao consórcio CERAN (Companhia Energética Rio das Antas),  formado pela  CPFL Geração de Energia S/A (65%), CEEE (30%)  e   Desenvix  S/A (5%).    A construção da usina  esteve a cargo da  COFRAN (Consórcio Fornecedor do Complexo Rio das Antas),   formado pelas empresas  ALSTOM, Camargo Corrêa e Engevix.  (Fonte: Sites  da  Alstom  e   da  Barichello).  

Nota:  Em 30/Set/2006, entrou em operação  o 2o. gerador de 65 MW,  ficando  assim  sua capacidade  instalada  em  130 MW .  (Site da Intelog)

Out/2005

Em Estrela  entra  em operação a usina hidroelétrica  no rio Boa Vista,  construída  pela  CERTEL.   A usina   possui  uma capacidade instalada  de 700  kW. 

Dez/2005

Em Santa Rosa  entra  em operação a usina hidroelétrica  no rio Santa Rosa,  construída  pela  COOPERLUZ.   A usina   possui  uma capacidade instalada  de 4500  kW. 

05/Jan/2006

Em Canguçu   é inaugurada a subestação  SE  Canguçu, construida  pela CEEE-D.   Essa  obra custou cerca de 10,3  milhões de reais, incluindo a LT de 69 kV que vai abastecer a subestação e saídas de alimentadores.

10/Mai/2006

Entra em operação comercial a 1a. etapa (Parque  Osório)   da  usina eólica  de Osório com capacidade instalada de  50  MW.  Em 02/Out  entrou em operação a 2a. etapa (Parque Sangradouro) com mesma capacidade   e em  13/Dez  a 3a. e ultima etapa  (Parque dos Indios) também com 50 MW.  Os 3  parques contemplam  um total de 75 torres com capacidade final  instalada de  150 MW.   

Notas:   1)  Este parque eólico  pertence a empresa  Ventos do Sul Energia S/A que é um produtor independente de energia.  2) O  gerador instalado no topo de cada  torre  pesa 5 toneladas, possui 5 metro de diâmetro e  tem a potencia nominal de 2 MW.  3) O gerador produz energia elétrica em corrente contínua na tensão de 440 volts; na base da torre fica uma central  que  vai ser transformar   a energia gerada em corrente alternada de 60 Hz e elevar a tensão para  23 kV.   4) Cada torre  mede 100 metros e  cada  uma das três pás,  40 metros.   5)   A foto abaixo da esq.  foi  obtida  no   Site  da  SEMC -  Secretaria  de Energia, Minas e Comunicações.  Na foto é  indicada  onde fica posicionado o gerador. 6) A foto da direita foi tomada pelo Autor e mostra o gerador ainda coberto por uma lona de plástico; para ver seu tamanho real, comparar com o tamanho das pessoas.

 

 

28/Jun/2006

Em Nova Santa  Rita é inaugurada a subestação  Nova Santa Rita. Com potência  instalada de  1344 MVA, opera   nas  tensões de  525/230 kV.   O setor de   525  kV da subestação pertence a  ELETROSUL  e  o  de  230  kV   a    CEEE. No investimento,  a ELETROSUL participou com R$  139 milhões e a CEEE  com  R$ 40 milhões.  (Fonte:  Site da SEMC)

10/Mai/2007

Na divisa dos municipios de  Pinhal da Serra e Barracão entra em operação   a  usina hidroelétrica de  Esmeralda no rio Bernardo José   com capacidade instalada de 22 MW. A construção  da usina  esteve a cargo  do grupo Engevix  e  custou R$ 71 milhões.

24/Set/2007

Em  Xangri-Lá é inaugurada    a subestação Atlântida 2  (230/69 kV),  pertencente a  ELETROSUL.  A subestação  possui  uma capacidade total  de  249 MVA. O obra custou cerca de R$ 37 milhões e vai beneficiar o litoral norte que é  atendido pela CEEE.  (5)

Jan/2010

Em Candiota  entra em operação a  Fase C da Usina Termelétrica Presidente Médici.  Este 3a. fase agregou 350 MW a potencia instalada  da usina, totalizando  810 MW.

26/Mai/2012

Em São Borja  é inaugurada a Usina Termelétrica de São Borja  da empresa  Agência de Desenvolvimento de São Borja (ADSB) que utiliza  casca de arroz como combustivel.  A potência instalada da usina é de 12,3 MW.  A obra custou o equivalente a 65 milhoes de reais, obra financiada pela empresa privada alemã, MPC Münchmeyer Petersen Capital GmbH & Co, sediada na cidade de Hamburgo. (9)

 Nota:  A foto abaixo foi obtida da Ref. 9.

 

26/Mar/2013

Em Rolante   é inaugurada a subestação  SE  Rolante, construida  pela RGE.   Essa  obra vai beneficiar  cerca de 8 mil  clientes  (urbanos e rurais) dos municipios de  Rolante e Riozinho. Nota:  A fonte consultada não informa a potencia instalada  e demais características dessa subestação.

26/Fev/2015

Em Santa Cruz do Sul   é inaugurada a subestação  SE  Santa Cruz 3, construída  pela AES Sul.  Essa obra custou  cerca de   14 milhões de reais, incluindo os custos com a implantação da  linha de transmissao de 69 kV que abastece a subestação e saídas de alimentadores.  Com potencia instalada de 50 MVA, 69/23 kV,  a obra vai beneficiar  cerca de 55 mil  clientes (urbanos e rurais)  dos municipios de  Vera Cruz, Rio Pardo e Santa Cruz do Sul.  A obra foi concluida no inicio de Dez/2014, entrando a subestação em operação ainda no mês de dezembro. 

15/Abr/2015

Em Roque Gonzales   é inaugurada a subestação  SE  Roque Gonzales, construida  pela RGE.  Essa obra custou  cerca de  18,6  milhões de reais, incluindo os custos com a implantação da  linha de transmissão  que abastece a subestação e saídas de alimentadores.  Essa  obra vai beneficiar  cerca de 9 mil  clientes  (urbanos e rurais) dos municipios de  Roque Gonzales, Dezesseis de  Novembro,  Porto Xavier, São Nicolau e Pirapó.  Atualmente a RGE atende 264 municipios do estado. Nota:  A fonte consultada não informa a potencia instalada  e demais características dessa subestação.

26/Abr/2015

Em Ijuí, entra em operação a nova subestação  SE  Ijuí,  construida  pelo DEMEI, com  potência instalada  de 25 MVA.   Localizada  as margens da ESR-155 (foto abaixo), a obra custou  cerca de  8  milhões de reais. 

24/Jul/2015

Em Portão  é inaugurada a subestação  SE  Portão, construída pela  AES Sul.  Essa obra custou  cerca de   10  milhões de reais, incluindo-se   os custos com a implantação da  linha de transmissao de 69 kV que abastece a subestação e as  saídas de alimentadores.  Com potencia instalada de 37,5  MVA, 69/23 kV,  a obra vai beneficiar  cerca de 50 mil  clientes (urbanos e rurais) dos municipios de  Portão, Capela de Santana, Novo Hamburgo e São Leopoldo.  Com essa obra, a AES Sul passa a ter  62 subestações em sua área de abrangência, atendendo  118 municipios do estado.

 

Nota Final:  A capacidade instalada no RGS em 31/Dez/2012 de usinas (hidroelétricas, termoelétricas, eólicas, fotovoltaicas, etc.) podem ser encontradas na Ref. 19. 

 


Referências:  

Livros: 

(11)  Energia e Desenvolvimento - 70 Anos  da Companhia Paulista de Força e Luz (CPFL),  (1982)

(12)  Rádio  no Rio Grande do Sul  (Anos 20, 30 e 40; dos Pioneiros às Emissoras Comerciais), de  Luiz Artur Ferraretto  (2002)

(13)  Bagé: Relatos de Sua História,  de Claudio de Leão Lemieszek  (1997)

(14)  Primazias de Bagé - Um Guia Incompleto,   de Claudio de Leão Lemieszek  e Elida Ernandes Garcia (2013)

(20)  Construindo Osório - 150 Anos, de Marina Raymundo da Silva (2007)  

(21)  Almanaque do Correio do Povo de 1970

Revistas e Jornais:

15)  Restinga Seca - 40 Anos, P.M. de Restinga Seca (1959)

16)  Diario Popular,  de Pelotas, edição de 04/jun/1899  (colaboração de C. L. Lemieszek)

Internet:  

1)  Sites   da  ELETROBRAS, ELETROSUL, SEMC,  ANEEL, AGERGS, FECOERGS,  SENERGISUL, Concessionárias  de Energia Elétrica, Cooperativas de Eletrificação Rural, etc.

2)  História do  Grupo  CEEE  (no Site da CEEE

3)  As Associações Setoriais e um Passeio pela História da Energia Elétrica no Brasil, de Luiz Fernando Leone Vianna

4)  Participação da Iniciativa Privada  Nacional no Setor Elétrico Gaúcho  – Uma Perspectiva Histórica das Maiores Empresas (1887-1928),  de Gunter  Axt  (História em  Revista, V 4, Pelotas, Dez/1998)

                                            >   http://ich.ufpel.edu.br/ndh/downloads/Gunter_Axt_Volume_04.pdf

4.a)  Panorama da Participação da Iniciativa Privada Nacional no Setor Elétrico do Interior Gaúcho (1889-1947), de Gunter Axt (Revista Memória em Rede, Pelotas, V 2, N. 7, Jul-Dez/2012)

                                     >    http://www.ufpel.edu.br/ich/memoriaemrede/beta-02-01/index.php/memoriaemrede/article/view/119

4.b)  A Formação da Empresa Pública no Setor Elétrico Gaúcho, de Gunter Axt   (Anos 90, Porto Alegre,  N. 4, Dez/1995)

                                      >  http://seer.ufrgs.br/index.php/anos90/article/viewFile/6156/3650

5) Site do CanalEnergia

6) Site do Município de Alegrete

7)  História da Energia Elétrica no Municipio de Ijuí, ver   > http://ijuisuahistoriaesuagente.blogspot.com.br/2011/01/historia-da-energia-eletrica-em-ijui.html

8)  Museu Estadual do Carvão, ver    >   http://www.cultura.rs.gov.br/v2/instituicoes-sedac/instituto-24/  

9)   Usina Termelétrica de São Borja    >    http://www.revistadigital.com.br/2012/05/sao-borja-inaugura-usina-com-casca-de-arroz-como-combustivel/  

10)  Histórias do  Vale do Caí   >   http://historiasvalecai.blogspot.com.br/2011/03/1150-sintese-historica-de-montenegro.html

18)  Caminhos do Sul                      >    http://oscaminhosdosul.blogspot.com.br/2011/09/por-ai-06-barragem-do-salto-sao.html

19)   2013 - Balanço Energético do  Rio Grande do Sul  >     http://www.ceee.com.br/pportal/ceee/archives/BERS2012/Balanco_Energetico_RS_2013_base_2012.pdf

(31)  Site da  Associação Brasileira de Distribuidoras de Energia de Menor Porte  (ABRADEMP) -  http://www.abrademp.com.br/site/associada.php?id=1

 

 


Voltar